26/04/2018 - CIESP (RMC - Campinas) 
Pesquisas CIESP-Campinas: Indústria regional mantém contratações no 1º Trimestre


Enviar por email Imprimir esta notícia
Foto: Roncon & Graça Comunicações
Foto: Roncon & Graça Comunicações
Pesquisas CIESP-Campinas: Indústria regional mantém contratações no 1º Trimestre


Autor: Edécio Roncon / Vera Graça
Publicado em 26/04/2018

O diretor do Departamento de Operações de Comércio Exterior (Decex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Renato Agostinho da Silva, afirmou na Coletiva de Imprensa de apresentação das pesquisas mensais do Ciesp-Campinas e Facamp, nessa quarta – 25 de abril, que 25% das exportações das indústrias da Região Metropolitana de Campinas em 2017 foi pelo sistema de drawback – o que representou US$ 812 milhões. No primeiro trimestre desse ano esse valor já chegou a US$ 200 milhões. O sistema de drawback consiste na importação de componentes mediante diversos tipos de isenção fiscal dada pelo Governo, que posteriormente serão incorporados em produtos/equipamentos exportados por essas empresas. Para o diretor do Decex esse volume de exportações através do sistema de drawback aumenta a competitividade das empresas da região. Durante todo o dia aconteceu na sede do Ciesp-Campinas, o 51º Seminário de Operações de Comércio Exterior, com diversas palestras para as empresas exportadoras. Renato Agostinho anunciou ainda que o tempo do processo para as exportações foi reduzido de oito para seis dias e cinco mil empresas já se utilizam do Portal Único de Comércio Exterior em todo o País.

Com relação ao nível de emprego na indústria regional, que registrou 400 contratações em março e saldo positivo no primeiro trimestre com 2,3 mil novos postos de trabalho, o que ocorreu pela primeira vez em três anos, o vice-diretor do Ciesp-Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, afirmou que isso deve se manter nos próximos meses, exceto por algum fato político em razão da campanha eleitoral. “Existe uma tendência de o mercado seguir o ano nessa linha, um tanto descolado de outros fatos, principalmente políticos. Esperamos que isso de fato ocorra”, acrescentou José Henrique.

Para o economista da Facamp, José Augusto Ruas, a Sondagem Industrial mostrou que a produção da indústria da região de Campinas continua em expansão, mas as vendas já não mostram o mesmo vigor. “O que anima é que a lucratividade da indústria regional voltou a subir – 88% das empresas responderam como estável, o que nos indica um cenário mais positivo”, explicou Ruas.



Fonte: Roncon & Graça Comunicações
 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 10.628.268 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.
// grupo de acompanhamento google analytics ga("set", "contentGroup3", "Campinas");